Viagens de ônibus sinalizam recuperação e Buser amplia atuação em Minas e São Paulo

Viagens de ônibus sinalizam recuperação e Buser amplia atuação em Minas e São Paulo

Viagens de ônibus sinalizam recuperação e Buser amplia atuação em Minas e São Paulo

“O feriado de 7 de setembro teve um pico de procura semelhante ao que observamos no carnaval deste ano. Nossas projeções indicam que a alta temporada será pelo menos três vezes mais movimentada para nós do que no ano passado”, afirmou Marcelo Abritta, CEO da startup.

Viagens de ônibus sinalizam recuperação e Buser amplia atuação em Minas e São Paulo

Confira também Novos itinerários Costa Crociere 2020/2021

As viagens de ônibus que sofreram um duro baque com a pandemia estão aos poucos voltando a ser uma opção. Essa é a constatação da Buser, maior plataforma de viagens compartilhadas que oferece trechos por valores até 70% menores que os praticados nas rodoviárias.

Viagens de ônibus sinalizam recuperação e Buser amplia atuação em Minas e São Paulo

Diante deste cenário, a empresa prepara uma expansão ampla das rotas pensando na alta temporada e deve fazer uso de promoções especiais aos viajantes. Os Estados de Minas Gerais e São Paulo serão priorizados neste primeiro momento.

“O feriado de 7 de setembro teve um pico de procura semelhante ao que observamos no carnaval deste ano. Nossas projeções indicam que a alta temporada será pelo menos três vezes mais movimentada para nós do que no ano passado”, afirmou Marcelo Abritta, CEO da startup.

Viagens de ônibus sinalizam recuperação e Buser amplia atuação em Minas e São Paulo

Segundo Abritta, a Buser está retomando a margem de crescimento que tinha antes da pandemia, crescendo, em média, 5% por semana. A startup já opera em mais de 100 cidades.

Buser

O conceito da Buser nasceu em novembro de 2016, quando Marcelo Abritta precisava organizar uma viagem de 30 familiares saindo de Minas Gerais até Arraial da Ajuda, na Bahia, onde iria celebrar seu casamento.

Para sua surpresa, fretar um ônibus de 48 lugares para levar apenas 30 pessoas, e pagar os custos de deixar o ônibus parado por 4 dias, além das diárias e da acomodação do motorista, era mais barato que comprar 30 passagens de ida e volta na única empresa que opera a rota.

Marcelo viaja regularmente entre São Paulo, onde mora, e Belo Horizonte, para visitar seus parentes e amigos.

Ele pensou que se fosse possível encontrar um grupo de pessoas que como ele quer fazer essa mesma viagem, o recém formado grupo poderia fretar um ônibus, e assim economizar. Como viaja bastante, ao longo de um ano, o impacto seria bem grande.

Viagens de ônibus sinalizam recuperação e Buser amplia atuação em Minas e São Paulo

Fonte Novo Selo Assessoria de Imprensa – Fotos: Divulgação / Arquivo Pessoal

Veja também A Fazenda: Jojo Todynho e JP Gadelha se beijam em festa

1 Comment

Comments are closed.