Westwing e Verena Smit: rotina com poesia

Westwing e Verena Smit: rotina com poesia

Westwing e Verena Smit: rotina com poesia. Por meio de seu Studio VS, a multiartista paulistana criou uma linha de peças colecionáveis para a casa.

O trabalho de Verena Smit é inconfundível, graças ao seu estilo delicado, autêntico e minimalista.

Westwing e Verena Smit: rotina com poesia

Nesta primeira colaboração com a multiartista, os clientes terão acesso às peças exclusivas Studio VS para Westwing entre os dias 22 e 26 de outubro*.

Westwing e Verena Smit: rotina com poesia
Banner Decorativo com Ilhos Ayerh

Nessa coleção, a poesia das criações de Verena surgem em objetos como almofadas, guardanapos, jogos americanos, estandartes e pratos decorativos, para serem usados em diferentes ambientes e propostas. 

Guardanapo em Linho Misto Frór

Veja também As escolhas de Costanza | Westwing Br

“Os meus queridinhos da coleção definitivamente são os pratos e os guardanapos. Os pratos ‘fome e apetite’ foram criados em dupla. Mas dá para pensar em ter um poema para a parede…

Prato Decorativo Imspoe

Nos guardanapos, gosto da ideia de que você pode usá-los em uma conversa à mesa, discutindo sobre as cartas de amor, mas também acho lindo colocar na parede apenas com preguinhos, bem delicado”, afirma Verena. 

Lugar Americano em Linho Misto Pitass

A artista conta que os textos dos guardanapos vieram, por exemplo, de uma leitura que a marcou muito na época em que estava desenvolvendo a coleção: “elas vieram do livro ‘Cartas de Amor de Mulheres Notáveis’, uma seleção de cartas escritas entre os séculos XVI e XVIII com frases e contextos muito atuais.

Prato Decorativo Doerite

Pensei que as pessoas deveriam conhecer não só as cartas, mas também essas mulheres“, explica. Entre as autoras, figuram nomes históricos como Abigail Smith Adams (1744-1818), e a poeta Emily Dickinson (1830-1886). 

Ao todo, são seis textos de escritoras americanas que falam especialmente sobre sentimentos, tema que permeia o trabalho de Verena e, principalmente, o seu Studio VS.

O Studio VS veio da vontade de criar livremente, sem um ‘engessamento’ da arte, de poder colocar em prática tudo o que eu gosto e criar peças que podem ser usadas, ou também emolduradas, virarem decoração“, explica. 

Sobre o processo de desenvolvimento dessa coleção para o Westwing, Verena conta que, mesmo em um contexto mais desafiador e singular, a inspiração – pra nossa sorte! – sempre vem: “artista acaba criando muito na adversidade e no conflito.

Não só em relação à questão histórica, mas como um momento de olhar para as nossas próprias emoções e ansiedades“, afirma. 

Toda essa inspiração você confere na campanha Studio VS para Westwing, entre os dias 22 e 26 no Westwing.

Westwing e Verena Smit: rotina com poesia

Verena Smit 

Formada em fotografia e comunicação social com ênfase em cinema, é uma multiartista de olhar sensível e ao mesmo tempo afiado. Iniciou sua jornada criativa no teatro aos 14 anos.

Escolheu cedo a expansão do conhecimento como técnica e propósito, e leva suas ideias para fotos, serigrafias, objetos, performances.

Muito além da fruição estética, com a liberdade própria, seu trabalho é sobre tocar corações e fortalecer a alma.

Verena é paulistana, nascida em 1984. Tem dois livros publicados, sendo o último deles “Eu Você” pela editora Paralela em 2016.

É colaboradora criativa brasileira da marca italiana Gucci desde 2015. Seu trabalho já passou pelas páginas de publicações renomadas como Vogue Brasil, Harper’s Bazaar Brasil e Folha de São Paulo. Também contribuiu para projetos de grandes marcas brasileiras, como Arezzo, Fórum e Melissa, além de artistas como Marcelo D2.



verenasmit.com.br
@verenasmit

Westwing

Seu shoppable magazine, exclusivo para membros cadastrados, com campanhas diárias de curta duração, milhares de novos produtos todos os dias no ar, marcas e oportunidades exclusivas – até 70%OFF – além de fartas doses de inspiração. 

westwing.com.br
@westwingbr

Fonte Westwing Jean RP Assessoria de Imprensa – Fotos: Divulgação / Arquivo

1 Comment

Comments are closed.