Inezita Barroso será homenageada quando faria 95 anos

Inezita Barroso será homenageada quando faria 95 anos

Inezita Barroso será homenageada quando faria 95 anos. No mês do Dia Internacional da Mulher, para honrar a brilhante carreira da cantora, será lançada a exposição “Inezita Minha Viola”, que reúne cerca de 50 cartuns, feitos por caricaturistas do Brasil, Colômbia, Macedônia e Portugal, selecionados pelo presidente da Associação dos Cartunistas do Brasil e organizador do projeto, JAL Lovetro.

A mostra também poderá ser conferida, pessoalmente, no Memorial da América Latina, com inauguração a partir das 17h30, dia 11 de março, no Espaço Gabo e ficará até 30 de março no local. Também no dia 11, acontecerá o projeto “Choro, Chorinho e Chorões”.

Confira também Thiago Cóstackz lança novo livro e exposição MIS

Inezita Barroso será homenageada quando faria 95 anos

O evento no Memorial reunirá diversas cantoras brasileiras e irá prestar um tributo a nomes como Chiquinha Gonzaga e Inezita Barroso.

Com uma carreira consagrada, Inezita foi uma das primeiras mulheres a fazer história no cenário da música caipira.

Quando pequena, se encantou pelo universo e cultura rural, e começou a cantar e tocar viola. Em 1951, a artista assinou com a gravadora Sínter e chegou a lançar cerca de 100 discos.

A trajetória de Inezita também foi marcada por sua passagem na televisão, onde ficou à frente de programas na TV Record, TV Tupi, até chegar à TV Cultura, onde apresentou o clássico “Viola, Minha Viola”. Inezita faleceu aos 90 anos, no dia 8 de março de 2015.

Show

O evento “Choro, chorinho e chorões”, realizado pelo Memorial da América Latina, volta, em 2020.

Com uma homenagem especial ao Dia Internacional da Mulher, com shows dos grupos: Choro Faceiro, formado pelas choronas Dudah Lopes, Rosana Bergamasco, Roberta Valente e Camila Silva e das jovens, Chorando em Trio.

Sempre no melhor clima “roda de choro”, com muita comida e bebida de buteco.  No ano de 2019, o Memorial da América Latina lançou este projeto, onde passaram grandes nomes do choro paulista e brasileiro.

As Choronas, Izaías e seus Chorões, Junior Alves & Quinteto, Hamílton de Holanda, entre outros.

O evento tem como finalidade fomentar a cultura por meio da música; levar uma programação de qualidade e acessível ao público criação de novo público, dar oportunidade a novos artistas do estilo, e democratizar o espaço da Fundação.

Serviço:

Evento: Choro, chorinho e chorões

Data: 11/03/2020

Horário: 19h às 22h
Atrações: Choro Faceiro (19h) Chorando em Trio (20h30h)
Local: Marquise do prédio da administração do Memorial da América Latina
Endereço: Portão 8 da Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – São Paulo – SP

Entrada: gratuita

No portal www.festanejo.com.br, também estão publicadas entrevistas com Bruna Viola, apadrinhada de Inezita; Marta Barroso, sua filha; e a de seu biógrafo e amigo, Valdemar Jorge, autor do livro “Inezita Barroso com a espada e a viola na mão”.

Inezita Barroso será homenageada quando faria 95 anos

2 Comments

Comments are closed.